Notícia

Qual leash devo usar? Saiba escolher o leash certo.

Ao tratar de segurança no surfe, o leash é o principal aliado dos surfistas experientes e iniciantes. Ainda que algumas pessoas não sejam adeptas do seu uso, é preciso ter consciência de que o leash é indispensável por manter a prancha sempre por perto, evitando o desgaste físico, mas também por evitar de ferir você mesmo e outros que estão a sua volta.

A primeira “cordinha” foi desenvolvida no início dos anos 70 por um surfista da Califórnia chamado Pat O’Neill, como uma solução aos surfistas para não terem que buscar sua prancha na areia da praia toda vez que caíssem em uma onda. O leash ganhou rápida aceitação entre os surfistas e o seu aperfeiçoamento seguiu o mesmo ritmo, sendo feitos desde tubos cirúrgicos, couro, nylon até o poliuretano. Este material, que é usado até os dias de hoje, garantiu uma elasticidade na medida certa para que o equipamento absorva o impacto na hora em que a cordinha é esticada, sem retornar a prancha com toda força.

É importante que você escolha um leash adequado para seu uso, como o tamanho das ondas, e é por isso que vamos explicar os critérios para você escolher a cordinha perfeita:

O comprimento

O comprimento ideal do seu leash vai depender do tamanho de sua prancha e das ondas que você irá surfar. Procure usar um leash proporcional ao tamanho de sua prancha, o que significa que ele deve ser ao menos igual ou maior ao comprimento da mesma. Já em relação ao tamanho das ondas, evite usar leashes curtos em ondas grandes. A recomendação é que quanto maior a onda, mais longo deve ser o leash, já que as quedas são mais violentas e eles irão lhe proporcionar uma margem de segurança maior. Portanto, se for surfar em ondas grandes opte por leashes a partir de 8 pés.

O diâmetro

O diâmetro também varia principalmente pelo tipo de onda e até estilo de surfe. O diâmetro de um leash pode variar de 5 mm a 8mm. Se as ondas são menores, o leash pode ter um diâmetro menor. Enquanto para mares maiores, use um leash mais robusto, a partir de 7mm, para evitar que arrebente. Em competições, mesmo em mares maiores, é comum o uso de leash mais finos, os “comps” – leash de 6 pés com diâmetro 5mm -, que mesmo que sejam mais fracos, eles evitam a perda de performance no momento da onda por ter menos resistência na água.

Os distorcedores

Você pode não saber, mas os distorcedores são muito importantes. Um leash torcido pode se tornar perigoso e muito irritante. Os distorcedores existem para evitar que isso aconteça, garantindo maior vida útil e mais segurança.

Ao buscar por um bom leash, prefira por aquele que tenha um sistema de giradores duplos, ou seja, que tenha um distorcedor em cada ponta.

Ao escolher o seu leash, alguns cuidados básicos devem ser levados em consideração:

–  Sempre coloque o leash seco antes de entrar no mar. O velcro funcionará melhor e isso vai garantir mais segurança para você.

–  Ao sair do mar, lave sempre seu leash com água doce e deixe secar à sombra com o velcro fechado para evitar que resseque e emperre.

– Busque sempre deixar o leash  limpo, seco e longe do Sol e calor quando guardá-lo. E, ao invés de amarrar na rabeta, coloque-o solto dentro da capa. Isso vai evitar que haja constante pressão sobre o leash, o que tira durabilidade.

Buscar por

Categorias




SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

Nossos últimos posts na @magnetwax

Client error: `GET http://api.instagram.com/v1/users/1807936795/media/recent/?access_token=1807936795.d2f686f.8471bf4f7a91459591ef4bfa825d680f` resulted in a `400 Bad Request` response: {"meta": {"code": 400, "error_type": "APINotAllowedError", "error_message": "This endpoint has been retired"}}
Veja todos os posts